sexta-feira, janeiro 19, 2018

quinta-feira, janeiro 18, 2018

quarta-feira, janeiro 17, 2018

Évora. 2018
(f&O)


e eu, que estou de bem com a vida, creio que aqueles que mais entendem de felicidade são as borboletas e as bolas de sabão e tudo que entre os homens se lhes assemelhem

f. nietzsche

segunda-feira, janeiro 15, 2018




triste segunda-feira, Dolores deixou este efémero mundo. esta miúda de cabelo curto marcou a geração dos oitenta, infindáveis vezes repiquei os seus discos. também foi numa triste segunda-feira de janeiro, à cerca de dezoito anos (para mim foi ontem...estranha...esta dimensão do tempo da morte nos entes queridos, ficamos sempre com a sua presença/ausência permanente.é a humana sensação de que os mortos nunca morrem verdadeiramente )...
dos livros de metal. 2018

CANCIONEIRO POPULAR BEIRÃO

não sou bonita que mate
nem feia que meta medo
fui criada em Monsanto
terra de muito penedo

(Monsanto)

domingo, janeiro 14, 2018

sexta-feira, janeiro 12, 2018

"HORIZONTES E RAIZES DE OCAIA". VISITA GUIADA AO MUSEU ARQUEOLÓGICO DO FUNDÃO









A Associação Raia Gerações deslocou-se ontem ao Museu Arqueológico do Fundão, enquadrada nas propostas e ações que tem vindo a realizar em torno do conhecimento e das partilhas culturais dos territórios da Beira Baixa, para uma visita guiada a este espaço de cultura. No preludio da visita, como mote de um conjunto de coordenadas de história cultural, o grupo assistiu a um pequeno seminário intitulado "Horizontes e raízes de Ocaia", proferido pelo seu diretor, Dr. Pedro Salvado. Seguiu-se uma visita guiada ao museu, em jeito de aula prática, onde o Dr. Pedro Salvado decifrou leituras importantes, complementaridades e conexões entre os artefactos arqueológicos e os territórios de proximidade. Tal como sublinhou, "a Gardunha tem muito das Idanhas e as Idanhas têm muito da Gardunha". Ficaram em aberto perspectivas de continuidade destas partilhas de conhecimento a partir dos eixos do Museu Arqueológico do Fundão.


quinta-feira, janeiro 11, 2018

CANCIONEIRO BEIRÃO. CICLO DE NATAL

todos os filhos dos ricos
tem belos travesseiros
só vós, Menino Jesus,
Preso a esse madeiro

[Poença-a-Velha]

visões xamânicas